INTEGRAÇÃO

Escrito por Imprensa POLOIGUASSU.

Tristan McCowan, da Universidade de Londres

Diálogos de Fronteira traz professor de Londres para abordar o direito ao ensino

Tristan McCowan, da Universidade de Londres abordou de maneira criativa a importância do direito ao ensino, principalmente a educação superior. Diálogo foi acompanhado por pessoas de cinco países, de maneira simultânea
 
A terceira palestra do ano, promovida pelo projeto Diálogos de Fronteira e Universidade Federal da Integração Latino-Americana (Unila), trouxe na tarde de terça-feira, 16, o professor do Instituto de Educação da Universidade de Londres, Tristan McCowan. 
Na ocasião, ele abordou com os alunos, professores e pessoas de diversas áreas de atuação a temática sobre o Direito ao Ensino Superior. A palestra foi acompanha por alunos, professores e interessados de diversas áreas de atuação, no espaço de eventos do Parque Tecnológico Itaipu (PTI) e também por pessoas da Argentina, Estados Unidos, Portugal, Paraguai e Brasil, que acompanharam a transmissão simultânea pelo site do projeto.
 
Em sua explanação, McCowan enfatiza que o direito à educação deveria ser estendido para a vida inteira, “principalmente porque aprendizagem não é um processo que tenha fim. As habilidades são construídas ao longo de toda a vida”. O professor leciona no programa de pós-graduação e sua área de trabalho é a educação internacional e comprada, com ênfase particular na América Latina.
 
Para o coordenador de logística do projeto Diálogos de Fronteira, que integra a equipe do Instituto Polo Internacional Iguassu, Diego Bueno, os objetivos de integração e espaço de debates têm sido cumpridos de maneira empolgante. “Os temas são atuais e de interesse coletivo, que cada vez mais, estão ganhando a aprovação dos envolvidos; no caso, os formadores de opinião”, destaca. 
 
O coordenador geral do “Diálogos de Fronteira” e pró-reitor da Unila, Paulino Motter, também é um entusiasta do projeto. Segundo ele, o envolvimento e a participação das pessoas têm sido fundamentais para o avanço das ações. “Estamos criando um ambiente de reflexão crítica sobre temas relacionados à integração e, dentro deste contexto, estamos abertos a receber sugestões como temas e nomes de personalidades que possam vir somar conosco”, pontua.
 
Fique por dentro: 
 
O projeto foi criado em 2008, com o objetivo de estimular e mobilizar a comunidade universitária, por meio de eventos, para promover a ativação intelectual, preparando o ambiente para a implantação da Unila.