Projeto do POLOIGUASSU e MTur leva agricultores a Acolhida na Colônia (SC)

Escrito por Imprensa POLOIGUASSU.

NOVAS EXPERIÊNCIAS

Experiência foi vivenciada por grupo de 20 pessoas da região Oeste do Paraná. Na bagagem de volta, avaliações positivas e muita motivação

 
Por três dias, produtores rurais da região Oeste do Paraná, inseridos no projeto de Fortalecimento do Turismo Sustentável e de Base Comunitária do Instituto Polo Internacional Iguassu, e técnicos municipais de turismo visitaram o destino Acolhida na Colônia, em Santa Catarina, um dos pioneiros em turismo rural comunitário no Brasil.
A viagem representa uma das etapas do projeto cujo objetivo foi promover a troca de experiências, estimulando o aprendizado com o outro e o olhar estético para melhoria das propriedades. Também permitiu aos participantes e técnicos conhecer sobre o associativismo, a forma de organização das propriedades inseridas na Acolhida na Colônia.
Durante o período, o grupo visitou os municípios de Atalanta, Aurora e Presidente Getúlio, sendo recebidos e conduzidos por técnicos da Acolhida na Colônia. O grupo ficou hospedado na casa das famílias. A presidente executiva do POLOIGUASSU também acompanhou a viagem e resumiu que a troca de experiência é muito positiva pelo fato de que “é possível ver e comparar as iniciativas, que contribuem para o amadurecimento do grupo”.  
 
Depoimentos
 
O produtor rural Vicente Grassi, de Matelândia, quando questionado sobre o que a visita agregou em sua visão sobre o turismo, ele foi enfático em responder: “otimismo, união, hospitalidade e vontade de seguir em frente, até porque percebi que a nossa cidade (Matelândia) conta com potencial enorme”.
 
O casal Marinês e Valentim Olivo, de Medianeira, destacou que a visita foi proveitosa no sentido de “valorizarmos o que temos e que devemos falar com orgulho do nosso trabalho”. Salete Link, de São Miguel do Iguaçu, quando questionada sobre a visita a Acolhida na Colônia, disse que o rural tem muito a oferecer e enfatizou: “eu posso, na minha propriedade, oferecer um encanto aos visitantes”. Para finalizar, Paulo e Guiomar Rohr destacaram que a visita contribuiu para ajudá-los a acreditar mais em suas ações e a valorizar ainda mais aquilo que possuem.
 
Para finalizar, a assistente do projeto, Thalita Tomazetti disse que a experiência foi maravilhosa. “A paisagem é linda, absorvemos várias ideias interessantes e, voltamos para casa com um momento marcante que foi o típico e farto jantar italiano servido com direito a música de entrada, enquanto a dona Zenina da família Rossi Schafer, moradora da comunidade, cantava e cortava a polenta com uma linha”.
 
Que projeto é esse?
 
O projeto de Fortalecimento do Turismo Sustentável e de Base Comunitária para a Inserção de Produtos e Serviços no Mercado está sendo desenvolvido pelo Instituto Polo Internacional Iguassu em parceria com Ministério do Turismo (MTur).
O objetivo do projeto é fortalecer as iniciativas locais e regionais de turismo sustentável, sensibilizar o destino indutor, Foz do Iguaçu, para o desenvolvimento e a comercialização de produtos e serviços relacionados ao turismo sustentável.